Reforma da Previdência pode influenciar na desaposentação

3

Caio Prates, do Portal Previdência Total
O cenário que se desenha com as propostas anunciadas pelo Governo Federal sobre a proposta da reforma da Previdência Social, que deverá ser encaminhada em breve ao Congresso Nacional, assusta os especialistas.
O professor Marco Aurélio Serau Junior acredita que os efeitos da reforma serão negativos para os segurados do INSS e para quem pretende dar entrada na desaposentação.
“Endurecimento de requisitos para aposentadoria, como idade mínima ou aumento do tempo exigido para contribuição será um dos principias pilares. Nesse quadro, a desaposentação pode sair fortalecida num curto intervalo de tempo, dando opção de melhor benefício a quem já está aposentado. Porém, em um horizonte mais largo, será inviabilizada, pois já será difícil obter a primeira aposentadoria”, avalia Serau Jr.
O professor Gustavo Filipe Barbosa Garcia concorda e reforça que “a tendência geral é de que os requisitos para o recebimento dos benefícios, especialmente das aposentadorias, tornem-se cada vez mais difíceis de serem preenchidos, com exigências cada vez mais rigorosas, o que, naturalmente, pode ocorrer também quanto à desaposentação”.
Leia também